destaque-uno

As regras do UNO que você não conhece

Um dos jogos mais populares de todos os tempos. Um dos jogos de mesa mais vendidos do mundo. Um dos maiores motivos de brigas entre famílias e amigos em finais de semana no sítio…

Tudo isso define muito bem o UNO, o divertido jogo de cartas que causa tretas por onde passa e, claro, também já divertiu e continua divertindo muita gente. Mas, como não poderia deixar de ser, até o UNO, mesmo depois de tão jogado por tanta gente, traz segredos guardados através dos tempos.

Alguns destes segredos estão nas regras oficias do jogo, que passam longe da versão jogada na maior parte das casas em que eu já estive jogando. Eu vou te contar todas aqui e, no final, deixei o arquivo com o manual de regras oficial da Copag para você fazer o download.

Regras desconhecidas

Apesar de muita gente conhecer e jogar UNO com frequência, nem todo mundo leu o manual de regras do jogo. Por isso, com o passar do tempo e o “telefone-sem-fio” que se tornou o ensinamento dessas regras, alguns detalhes importantes foram se perdendo. Eu juntei 4 regras dessas aqui neste post, regras meio esquecidas por aí, pra você poder conferir se está jogando corretamente o jogo.

+4? Não, não, não...

Sem dúvida a carta mais marcante de todo o jogo, o “+4”, responsável pelas tretas mais inesquecíveis envolvendo o UNO, é largamente mal utilizada nas partidas pelo Brasil, talvez até pelo mundo todo. Basicamente, esta carta faz com que o jogador a esquerda de quem a jogou compre 4 cartas e perca sua vez. Porém, uma coisa que poucos sabem, é que esta carta só pode ser jogada em uma situação: quando o portador dela não tem nenhuma opção alternativa. Ou seja, só quando ele não tem NENHUMA outra carta que possa ser jogada. Agora pare e pense: quantas vezes já jogaram esta carta em você quando você não poderia ser alvo dela? Com certeza muitas vezes…

Ah! Mentira sua!!!

É claro que, se você não sabia que o +4 só poderia ser jogado como última opção, você também não sabe que, além disso, o jogador alvo do +4 pode contestar essa jogada do adversário.

Se você foi alvo de um +4, mas acredita que seu oponente jogou podendo ter jogado outra carta, você pode desafiá-lo a provar que aquela era a única opção. Se optar por fazer isso, você corre um risco. Se seu oponente provar, te mostrando as cartas dele, que realmente não havia outra possibilidade, você, então, deve comprar não só 4 cartas, mas 6, na verdade, aí fica difícil voltar pro jogo, né?

Mas, também existe um benefício: se você duvidar do oponente e ele realmente puder jogar outra carta que não o +4, é ele que come as 4 cartas no seu lugar. Dá pra pegar muita gente na mentira!!!

UNO!

“UNO!”

Você sabe, você tem que gritar “UNO!” quando jogar sua penúltima carta, quando ficar só com uma única carta em sua mão, caso não o faça e algum outro jogador perceba, você deve comprar 2 cartas, um atraso e tanto.

Porém, uma coisa que pouca gente sabe é que, apesar de você ter que falar UNO, os outros jogadores só podem contestar você antes que outro jogador jogue a próxima carta sobre o baralho. Ou seja, eles só têm um pequeno espaço de tempo pra fazer isso, não vale falar depois.

VENCI!

Opa! Peraí!

Vencer no UNO também não é só descartar sua última carta, não… o jogo deveria ser jogado em várias rodadas, nas quais você tenta se livrar do máximo de cartas em sua mão e, depois de algumas rodadas, vence ou ganha, de acordo com a pontuação acumulada de várias partidas.

É isso aí, no UNO, vence quem for mais regular em várias partidas, não quem descartar todas as cartas em uma só. Cada carta nas mãos dos oponentes ao final de uma partida valem uma quantia de pontos e o vencedor da partida ganha aquela soma em pontos. O jogador que alcançar os 500 pontos primeiro vence a partida.

DOWNLOAD DAS REGRAS

É isso aí! E você, joga alguma regra errado? Manda este artigo pros seus amigos que jogam com você. Além disso, se quiser, pode baixar o manual do jogo aqui embaixo.

Quer receber conteúdos exclusivos sobre os novos jogos de tabuleiro? Se inscreva abaixo em nossa Newsletter e já comece recebendo o e-book “Os jogos de tabuleiro reinventados (e muito mais divertidos)”.

Compartilhe esta Postagem

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email